telemedicina consulta remota

Nada como a capacidade humana de criar soluções diante de demandas da vida prática. E quando a tecnologia consegue dar uma mãozinha nessa tarefa, surge o casamento perfeito. Foi exatamente o que aconteceu no meio médico a partir das sérias limitações trazidas pela pandemia do novo coronavírus. Com as consultas presenciais restritas por conta do isolamento social, a telemedicina, até então uma grande exceção, virou regra. E isso tudo praticamente do dia para a noite.

Mas se essa nova forma de prestar atendimento começou como uma saída emergencial, os meses seguintes mostraram que os atendimentos remotos vieram para ocupar um mercado permanente. E o que parecia uma solução provisória se mostrou efetiva e prática tanto para profissionais quanto para pacientes.

telemedicina consulta remota

Para muita gente, as teleconsultas viabilizaram atendimentos com profissionais de outros estados, ajudaram a economizar tempo e facilitaram o acesso a serviços médicos. Tudo isso sem a necessidade de sair de casa, enfrentar trânsito, aguardar em salas de espera e perder horas preciosas do dia.

Leia mais

Como ter pacientes mais satisfeitos com passos simples
Entenda as vantagens de um sistema de telemedicina completo
Funcionalidades fundamentais num software para clínicas médicas

Benefícios e mais agilidade para médicos e pacientes com a ajuda da telemedicina

Do outro lado, os médicos também colecionam ganhos. Mais agilidade, menos atrasos e faltas às consultas, a possibilidade de prestar assistência aos pacientes em plena segurança e a ampliação do leque de clientes. Sem a limitação geográfica, novos pacientes podem vir de qualquer lugar do Brasil ou do Mundo.

Claro que essa transição para uma nova lógica não foi assim tão fácil. Num primeiro momento, houve receios de pacientes e muitos profissionais ficaram com um pé atrás. Afinal, o atendimento remoto, em tese, dificultaria um contato mais humano e eliminaria a possibilidade do exame físico da forma como os médicos estavam acostumados.

telemedicina consulta remota

Na prática, entretanto, essas barreiras foram rapidamente ultrapassadas. Com a facilidade da telemedicina e a prova de que consultas remotas poderiam substituir os atendimentos presenciais para boa parte das especialidades, a medicina virtual cresceu de forma vertiginosa. E até quem não tinha muita simpatia com a ideia aderiu ao novo jeito de se consultar com seu médico de confiança. Para os profissionais, porém, essa curva de aprendizado envolveu mais do que uma simples adaptação.

Soluções para telemedicina precisam oferecer garantias de sigilo de dados

Para além do desafio de atender um paciente por meio de uma tela, os médicos também precisaram de novas soluções tecnológicas para viabilizar as teleconsultas. Por conta da natureza dos dados trocados em uma consulta virtual, é preciso se cercar de cuidados e de mecanismos de proteção.

Por isso, o que parece uma simples ligação por vídeo tem por trás uma série de recursos de segurança de primeira linha e precisa funcionar conectada a outras ferramentas, como prontuário eletrônico e um sistema de prescrição. Isso vai permitir a máxima agilidade no acesso ao histórico médico do paciente e no envio de receitas, atestados e solicitações. Com isso, garantem-se rapidez, efetividade e praticidade no dia a dia tanto do médico quando dos clientes.

Leia mais:

LGPD no consultório: como o Gestão DS cuida dos seus dados
6 funcionalidades que um sistema de prontuário eletrônico precisa oferecer
O que procurar em um sistema de gestão para consultórios?

telemedicina consulta remota

Protocolos e certificados reforçam segurança da informações e protegem profissionais

Em termos práticos, é essencial que o profissional se preocupe em escolher uma plataforma de telemedicina munida dos mais avançados recursos de segurança e integrada a outras ferramentas para evitar dores de cabeça e perda de tempo. Atualmente, já há sistemas protegidos por protocolos especificamente para atendimentos virtuais.

Esse é um pré-requisito essencial para que as informações relativas à saúde dos seus pacientes fiquem protegidas, obedecendo assim os parâmetros da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) no Brasil. E essa é uma questão importantíssima, já que a norma, que entrou há pouco tempo em vigor, prevê multas severas, que podem chegar à casa dos milhões de reais em caso de informações vazadas.

telemedicina consulta remota

Outro item que precisa obrigatoriamente estar obrigatoriamente entre as ferramentas de uma plataforma de telemedicina é a assinatura digital com certificação da ICP-Brasil. Esse é o padrão de validade exigido no país para atestar a validade de documentos, substituindo a assinatura feita à mão. Com a certificação digital, documentos digitais, como laudos, atestados e receitas médicas, inclusive de medicamentos controlados, ganham garantia de autenticidade e podem ser facilmente enviados por e-mail, SMS ou WhatsApp.

Se você procura uma plataforma que dispõe de um sistema 100% completo de telemedicina, munido de todos os mecanismos de garantia e que funciona em sinergia com outras ferramentas para otimizar todo o seu processo de atendimento dos pacientes, o Gestão DS é a solução mais completa disponível no mercado.

Nosso software une o que há de melhor e mais atual em sistemas de gerenciamento de clínicas e consultórios com funcionalidades potentes que vão desde o prontuário eletrônico a ferramentas avançadas de marketing e comunicação que automatizam vários processos, simplificando e otimizando a vida dos médicos. Conheça hoje mesmo as muitas possibilidades que temos para lhe oferecer.

 

Leave a Comment

Newsletter GestãoDS

Semanalmente os melhores conteúdos para médicos empreendedores.
Hidden
LGPD*
Todos os direitos reservados | Suno Sistemas – CNPJ: 23.640.571/0001-96 | Política de Privacidade e Termos de Uso
Abrir Chat
Precisa de ajuda?